RD25NOTÍCIAS

Total de visualizações ao site

Saiba como funciona bolsa intestinal que Bolsonaro usará até dezembro Colostomia redireciona fezes do ânus para área externa da barriga; bolsa tem 500 ml e deve ser esvaziada até três vezes ao dia ao ser preenchida por fezes

Para prevenir risco de infecções, uma colostomia provisória foi realizada em Jair Bolsonaro. Isso significa que o trajeto do intestino foi redirecionado do ânus para a área externa da barriga, mais presicamente para uma bolsa coletora de fezes. Segundo os médicos, ele deve permanecer com a bolsa por até 90 dias.

A colostomia foi o procedimento escolhido porque a perfuração da faca na barriga provocou derramamento de fezes dentro da cavidade abdominal. “A fim de evitar o risco de a lesão abrir dentro da cavidade, que está contaminada, levou-se a lesão para fora até a melhora da infecção e do estado geral do paciente”, explica o o gastrocirurgião Marcos Belotto, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário