REDE CAXIAS TV: Cristo Redentor pode ter tido fissuras nos braços devido a desgaste natural ou fenômeno geológico
RD25NOTÍCIAS

Total de visualizações de página

Cristo Redentor pode ter tido fissuras nos braços devido a desgaste natural ou fenômeno geológico

As fissuras encontradas há três anos nos dois braços do Cristo Redentor, na junção com os antebraços, podem ter sido ocasionadas pelo desgaste natural da estátua ou por algum fenômeno geológico, revelou o padre Marcos Willian Bernardo, vigário episcopal para comunicação social da Mitra do Rio. Na sexta-feira, durante uma solenidade para assinaturas de documentos que buscam aprimorar a gestão do platô do Corcovado, onde fica a estátua, o padre revelou que o Cristo Redentor, eleito uma das maravilhas do mundo, teve um grave problema em sua estrutura.

Segundo ele, os dois braços ameaçaram cair e tiveram que passar por obras emergenciais em 2015, feitas pela Arquidiocese, no valor de R$ 1,4 milhão.

— Na época, os técnicos levantaram até a suspeita de que algum fenômeno geológico pudesse ser o responsável pelas fissuras. Afinal, estamos em cima de uma rocha. Naturalmente isso pode acontecer. De qualquer maneira nós temos que está preparado para esses imprevistos — disse o vigário.

— O que aconteceu em 2015: durante uma manutenção de rotina realizada no Cristo Redentor, foram percebidas pequenas fendas, ali dividindo o braços e o antebraço nos dois braços do Cristo. Depois de uma sondagem de especialistas, alguns diziam que não tinha risco de queda, enquanto outros diziam que a queda poderia acontecer. Na dúvida, nós preferimos fazer a obra e encontrar a solução. Fizemos o preenchimento das fendas, usando recursos além do que era previsto naquele ano. Gastamos cerca de R$ 1,4 milhão — afirmou Marcos Willian.


Nenhum comentário:

Postar um comentário