RD25NOTÍCIAS

Total de visualizações ao site

CÂMARA APROVA OS CINCO PROJETOS DE LEI DE MARIELLE 150 DIAS APÓS SUA MORTE



Três projetos tiveram votação não nominal e foram aprovados por unanimidade Na data que marca os 150 dias do assassinato de Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, a Câmara dos Vereadores aprovou, em sessão extraordinária, os cinco projetos de lei de autoria da vereadora que entraram em pauta. Além dos PLs,foi aprovado um projeto de resolução que dá o nome de Marielle à tribuna da Casa. — A Câmara deu uma resposta coletiva, política e institucional ao covarde e cruel assassinato da Marielle e do Anderson. A pauta dela como vereadora está presente nos cinco projetos aprovados — comentou o vereador Tarcísio Motta. Três projetos tiveram votação não nominal e foram aprovados por unanimidade. Os outros dois — o primeiro cria uma campanha permanente de conscientização e enfrentamento ao assédio e à violência sexual em transportes públicos, e o segundo prevê que o município ofereça trabalho a adolescentes que cumprem medidas socioeducativas — foram aprovados em votação nominal e aberta. Dos quatro vereadores de oposição ao PSOL que já depuseram no Caso Marielle, dois votaram contra os projetos: o vereador Jair Mendes da Rocha e o vereador Ítalo Ciba (Avante). Cerca de 60 pessoas acompanharam a sessão, entre elas a viúva de Marielle, Mônica Benício. O público reagiu com aplausos e entoou palavras de ordem em apoio aos projetos da vereadora. Após a aprovação, o vereador Otoni de Paula (PSC) foi ao microfone fazer uma provocação ao partido da vereadora, sugerindo que ele dê o mesmo tratamento que dá a Marielle ao caso da PM Juliane, morta em uma comunidade em São Paulo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário