RD25NOTÍCIAS

Total de visualizações ao site

CARRO DE PM É METRALHADO




Um soldado da Polícia Militar investigado na Operação Calabar teve seu carro atingido por tiros no início da tarde desta terça-feira (24), no Centro de Itaboraí. O PM trafegava pela Rua Dr. Mesquita, acompanhado de seu pai, no banco do carona, quando homens em um Volkswagen prata efetuaram vários disparos contra o carro em que a vítima estava. O PM, lotado no 7º BPM (São Gonçalo), foi atingido na barriga e no braço. O pai foi ferido por estilhaços. As vítimas foram encaminhadas para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, o PM passou por uma cirurgia na tarde desta terça, está estável e continua sob custódia da justiça, já que cumpria prisão domiciliar e não deveria estar na rua. O caso foi registrado na 71ª DP (Itaboraí), que busca descobrir a motivação dos disparos. O agente estava em prisão domiciliar desde julho de 2017, quando foi alvo da Operação Calabar, desencadeada por agentes da Divisão de Homicídios (DH) de Niterói realizada em 29 de julho. Memória – Durante a Operação Calabar, 96 policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo) foram presos e acusados de receber o total de R$ 1 milhão de traficantes para que bandidos pudessem agir livremente vendendo drogas dentro das favelas. Na época da operação, cerca de 40 policiais ainda atuavam no Batalhão de São Gonçalo, enquanto os demais já haviam sido transferidos para outras unidades, sendo que 20 estavam lotados no 12º BPM (Niterói) e 16 no 35º BPM (Itaboraí). Todos foram denunciados pelos crimes de corrupção passiva e organização criminosa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário