REDE CAXIAS TV: Prefeitura de Alvinópolis MG confirma morte de homem por febre amarela
RD25NOTÍCIAS

Total de visualizações de página

Prefeitura de Alvinópolis MG confirma morte de homem por febre amarela

Agora, o número de mortes por febre amarela em Minas, desde dezembro de 2017, pode chegar a 30; segundo prefeitura, o homem não havia tomado a vacina









 Prefeitura de Alvinópolis, na Região Central de Minas Gerais, confirmou nesta segunda-feira (29) a morte de um homem de 67 anos vítima de febre amarela.


O último balanço de mortes da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais contava 25 óbitos em decorrência da febre amarela, mas o número pode chegar a 30 no estado. Na sexta-feira (26), foram confirmadas uma morte em Belo Horizonte, uma em Brumadinho e uma em Juiz de Fora, além desta morte em Alvinópolis. A cidade de Brumadinho tem outra morte registrada no dia 22 de janeiro que não foi registrada no balanço estadual.

De acordo com a coordenadora de Vigilância em Saúde de Alvinópolis, Cristina Mendes Romão, a vítima morreu no último dia 24 no Hospital Arnaldo Gavazza, em Ponte Nova, na Zona da Mata mineira.

Ainda segundo ela, a confirmação por febre amarela foi confirmada por um exame feito pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte. O resultado foi divulgado pelo órgão na quinta-feira (25).

Cristina contou que o homem de 67 anos não havia sido vacinado e que ele morava na zona urbana de Alvinópolis, mas tinha histórico de frequentar áreas rurais como o Arraial Mostarda e o Distrito Fonseca porque ele era trabalhador rural.

O governo de Minas Gerais decretou situação de emergência em cinco áreas do estado, somando 162 municípios.

O que é a febre amarela?

Febre amarela: tudo o que você precisa saber

Entenda como ocorre a infecção e quais são os sintomas da febre amarela (Foto: Alexandre Mauro/Editoria de Arte G1)Entenda como ocorre a infecção e quais são os sintomas da febre amarela (Foto: Alexandre Mauro/Editoria de Arte G1)





























 como ocorre a infecção e quais são os sintomas da febre amarela (Foto: Alexandre Mauro/Editoria de Arte G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário