quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Secretário diz que vai pedir transferência de Rogério 157 para presídio federal

Roberto Sá lembrou da invasão do Hotel Intercontinental, em São Conrado, em 2010. Ele citou a 'euforia' de policiais em selfies com Rogério 157 e disse que podem ter 'passado do ponto'.

CONTEÚDO: G1 Rio/Globo

É preso no Rio traficante Rogério 157, que aterrorizou favela da Rocinha

O secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, Roberto Sá, enalteceu nesta quarta-feira (6) a prisão de Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, e afirmou que vai pedir a transferência dele para um presídio federal – após passar o dia na Cidade da Polícia, o traficante foi levado à noite para a penitenciária de Bangu, após examos no Instituto Médico Legal.

Para Sá, a mudança para fora do estado dificultaria a articulação da organização criminosa.

"Não tenho dúvida de que sua prisão desarticula e desorienta as pessoas que o seguiam e o tinham como chefe desse bando", afirmou Sá.


"A história do Rio, infelizmente, mostra que essas pessoas são sucedidas, outros surgem. Por isso, tenho outra fala e suplico por maior compreensão: há fatores [em] que não interferimos. Prisões acontecem dia e noite", concluiu.

Rogério 157 foi preso, mas deixou aliados na Rocinha

Nenhum comentário:

Postar um comentário