RD25 NOTÍCIAS

Total de visualizações de página

Em rede social, dançarina insinua que reatou casamento com o cantor e pede para não ser julgada. Naldo foi preso no início do mês, acusado de agredir a mulher.

Mulher Moranguinho se pronuncia pela primeira vez desde a prisão de Naldo Benny

CONTEÚDO:G1/GLOBO


Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, resolveu dar nova chance a Naldo, a quem acusou de agressão (Foto: Celso Tavares/G1)

A mulher do cantor Naldo Benny, Ellen Cardoso, usou sua conta em uma rede social para se manifestar sobre a agressão de que foi vítima e deu a entender que retomou o relacionamento com o artista, com quem tem a filha Maria Vitória, de 2 anos.

"Eu queria de volta o Ronaldo! O Ronaldo que eu conheci! Sem dinheiro, sem sucesso, sem carros importados, sem roupas de grifes caras (...) Eu queria voltar no tempo, eu queria mudar as coisas, eu queria o menino que o mundo levou, que o trabalho e tudo que ele pode oferecer tirou de mim... E como a mãe que acorrentou o filho eu resolvi trazer esse menino de volta! De volta pro recomeço...um recomeço difícil e doloroso, mais [sic] que eu tenho fé que será uma grande cura!"

No texto, publicado no último sábado (23), Mulher Moranguinho - como Ellen ficou conhecida em seu trabalho como dançarina - pede que as pessoas não a julguem, diz que Naldo, "em seu estado normal", é um marido exemplar e critica alguns comentários sobre o caso que viu em redes sociais, nos quais, segundo ela, foi ofendida por não apagar as fotos do casal de seu perfil, e julgada pela hipótese de aceitar reatar o relacionamento.

"Respeitem o nosso momento está sendo muito difícil para todos nós, não julguem sem nos conhecer, por trás de tudo isso existem pessoas igual a você, uma família que sofre, uma filha que chama pelo pai, cheia de saudade... Um homem cheio de amor desesperado para reparar seus erros e uma mulher com o coração muito ferido, mais [sic] que precisa ser forte pra recomeçar", encerra.

Naldo acabou preso, no dia 6, depois que Ellen o denunciou à polícia, afirmando ter levado socos, chutes e puxões de cabelo do marido. Na ocasião, policiais encontraram uma arma sem registro na casa do cantor, que foi autuado por posse ilegal de arma de fogo e liberado após pagar fiança.

No mesmo dia, a Justiça fixou medidas protetivas para Ellen, entre as quais uma ordem para que Naldo deixasse a casa onde ambos viviam, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Ele também não poderia ficar a menos de 100 metros da mulher e de parentes dela e foi proibido até de manter contato com as mesmas pessoas.

O episódio de violência doméstica custou a Naldo o cancelamento de seu show no réveillon de Copacabana este ano - a Prefeitura do Rio tomou a decisão de dispensar o cantor no dia seguinte ao da prisão. Por fim, Naldo divulgou um vídeo no qual dizia estar arrependido da agressão e que buscava ajuda profissional, além de pedir perdão à mulher.

Nenhum comentário:

Postar um comentário