RD25 NOTÍCIAS

Total de visualizações de página

Suspeito de integrar quadrilha que enviou 60 fuzis para RJ foi preso em condomínio de luxo em Rio Preto

RIO PRETO E ARAÇATUBA

Segundo investigações, homem foi preso no dia do aniversário dele. Suspeito seria filho de Frederick Barbieri, apontado como um dos chefes da quadrilha.

CONTEÚDO:G1/GLOBO

Suspeito de integrar quadrilha que enviou 60 fuzis para RJ foi preso em condomínio de luxo

O homem apontado como filho de um dos chefes de uma quadrilha que enviou 60 fuzis para o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, em junho deste ano, foi preso em um condomínio de luxo em São José do Rio Preto (SP). Ele foi preso, segundo as investigações, por fazer parte da quadrilha de tráfico de armas.

A prisão aconteceu no sábado (29) durante uma operação. O condomínio fica na região da Represa Municipal.

A Polícia Federal em Rio Preto não quis divulgar o nome do homem preso, mas as investigações apontam que ele é filho do principal suspeito de ser o mandante do envio de fuzis, Frederik Barbieri, que está sendo procurado nos Estados Unidos.

O carioca radicado em Miami é apontado pela polícia como o maior traficante de armas do país; Frederick nega a acusação. O filho de Frederick é investigado desde que foi apreendida a carga de fuzis no aeroporto carioca.

De acordo com investigações da polícia, o filho dele mora com a mulher em Rio Preto desde 2006 e foi preso no sábado à noite. A prisão foi no dia do aniversário dele e, segundo a polícia, no veículo em que ele estava tinha até carnes e bebidas.


Suspeito é preso na entrada do condomínio de luxo em Rio Preto (Foto: Reprodução/TV TEM)

A operação

A Polícia Federal cumpriu nove mandados de prisão preventiva nos municípios do Rio de Janeiro, Rio das Ostras e em Rio Preto contra envolvidos no envio dos fuzis para o aeroporto do Galeão. Cinco deles já estavam presos: quatro no Rio e um em São Paulo.

As diligências da PF no Rio de Janeiro para a localização dos alvos que se encontravam soltos começaram no sábado (29) e foram concluídas nesta segunda-feira (31).

A Delegacia da PF em Rio Preto prendeu na cidade o filho de Frederik Barbieri, que seria um importante alvo da operação, de acordo com a polícia. Foram expedidos também dois mandados de prisão contra um casal já identificado e que reside nos Estados Unidos.

Quando apreendido, o armamento - fuzis AK-47, AR-10 e G3 – estava escondido em aquecedores de piscina. Os modelos das armas só poderiam ser usados por tropas de elite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário