RD25NOTÍCIAS

Total de visualizações ao site

Mulher com 13 filhos e renda mensal de R$ 900 tem casa destruída por incêndio no Piauí

Curto circuito deu início às chamas que consumiram a residência de taipa.

FONTE:G1/GLOBO

Família em Morro do Chapéu do Piauí teve casa destruída por incêndio (Foto: Arquivo pessoal)

A dona de casa Adriana da Conceição Santos, 39 anos, perdeu tudo o que tinha em um incêndio ocorrido na última quinta-feira (29). Um curto circuito deu início às chamas que consumiram a casa de taipa localizada na comunidade Ponta da Areia, zona rural de Morro do Chapéu do Piauí, 192 km de Teresina. A mulher tem 13 filhos, mas na residência ela morava com 10 crianças e os pais idosos. O marido de Adriana morreu há quatro meses, em um assalto.

O psicólogo Hamilton Júnior atende a família há alguns anos por meio do Centro de Referência de Assistencia Social (CRAS), vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social da Prefeitura de Morro do Chapéu.

Ele conta que na casa, a criança mais nova tem apenas dois anos e a mais velha, 15. Os outros três filhos de Adriana que não moram com ela já são casados, sendo um homem e duas mulheres. A situação de vulnerabilidade da família já existia muito antes do incêndio.

"Eles estão em situação de vulnerabilidade socioeconômica há muito tempo, ela vive com apenas R$ 900 oriundos do Bolsa Família porque não tem outra renda, tem uma criança muito pequena de dois anos. O marido que fazia bicos de diversos tipos e atuava como lavrador era quem trabalhava, mas morreu há alguns meses em um assalto", informou o psicólogo.

Ele destacou que a dona de casa mantém, ainda, os pais idosos. A mãe de Adriana é cega e a audição é bastante prejudicada. No momento do incêndio, estavam em casa apenas os idosos e três filhos, o restante das crianças estava na escola e a mãe havia saído. A mais velha, de 15 anos, foi quem percebeu as chamas e tirou os avós e irmãos de casa.

"Ela conseguiu salvar apenas uma televisão, o resto todo se perdeu. Não há nada que possa ser aproveitado, ficaram literalmente com a roupa do corpo. No momento eles estão na casa de vizinhos e amigos que acolheram eles na própria comunidade, mas precisam de muita coisa", declarou Hamilton.

Familiares, amigos e vizinhos estão tentando ajudar a família reunindo doações. Além de roupas e produtos de higiene pessoal, a família está precisando de móveis e utensílios para casa. Moradores da região estão se mobilizando para doar material de construção, no intuito de erguer uma casa para a família. A antiga casa era de palha e taipa, o que facilitou a propagação do fogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário