segunda-feira, 26 de junho de 2017

Motorista que atropelou skatistas em SP diz que acelerou por medo de agressão

Homem se apresentou à polícia no começo da tarde desta segunda-feira (26)

FONTE:G1/GLOBO

Polícia identifica motorista que atropelou grupo de skatistas

O motorista que atropelou diversos skatistas durante um evento na Rua Augusta, neste domingo, na região central da capital paulista, disse à polícia que acelerou porque ficou com medo de ser linchado pela multidão. Ele se apresentou no 4º Distrito Policial, na Consolação, no começo da tarde desta segunda-feira (26).

De acordo com o delegado Roberto Pacheco, responsável pela investigação do caso, o proprietário do veículo é quem dirigia no momento da sequência de atropelamentos registrada por diversas testemunhas. O homem relatou que a Rua Augusta não estava devidamente interditada e, ao acessar a via, atingiu um skatista por engano.

"Após colher o primeiro skatista com seu veículo, ele apavorou-se porque o carro todo começou a ser apedrejado. Ele estava com a mãe no veículo e mais um amigo. A mãe já com idade, 80 e poucos anos, e os vidros e o carro começaram a receber amalgamentos. Os vidros quebrados e ele ficou com medo de parar e ser linchado", contou o delegado sobre a versão do motorista.

Investigadores se espalharam pela Zona Leste da cidade na manhã desta segunda-feira (26) na tentativa de localizar o motorista. Eles visitaram três endereços no bairro de Vila Matilde, mas não haviam o encontrado. O homem, no entanto, decidiu se apresentar na delegacia volutantariamente mais tarde.

Um dos locais por onde passaram os policiais durante as diligências é a casa que consta no registro do automóvel. Lá, vizinhos confirmaram que vive o dono de uma Ford Ecosport - o mesmo carro que aparece nas imagens atropelando os skatistas. A vizinhança informou, ainda, que se trata de um homem educado, que sempre cumprimenta a todos.

Frame motorista que avançou sobre skatistas se apresenta (Foto: Reprodução/TV Globo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário